A importância do natal para nossos pequenos

Dezembro já chegou, talvez rápido demais para as agendas dos adultos, entretanto aos olhos infantis pode ter demorado a eternidade.

Nas ruas de Londrina, já temos dezenas de papais noéis, luzes piscando, árvores enfeitadas em diversas rotatórias, bolas e os mais diversos enfeites de natal, aos olhos da criança está chegando o grande momento: o Papai Noel virá visita-la.

O Natal é a festa do dom supremo: o nascimento de Jesus. Por amor a nós, Deus envia o seu Filho para nos salvar. Mas porquê oferecer presentes? Porque eles exprimem de maneira concreta este amor que temos uns pelos outros. Todos temos necessidade de atenção e ternura.

Para nós adultos nem damos tanto importância a tudo que acontece aos finais de ano, estamos preocupados em cumprir a agenda, comparecer ás festas de confraternizações da empresa, dos amigos, comprar os presentes do amigo o culto e da família. Afinal, o natal também é mais um compromisso social, familiar e religioso.

Proponho que nos coloquemos no lugar das crianças e que por alguns instantes, enxerguemos o natal com os olhos infantis, independentemente de sua crença ou religião!

A fantasia do natal enriquece nossas crianças, no imaginário delas, compreendem a importância da bondade, da caridade, de se tornar um ser humano melhor e se importar com o próximo.

Assim sendo, é nosso dever estimular a imaginação dos nossos filhos nos primeiros anos de vida para que eles possam entender suas emoções e entender seu papel na sociedade e tornar-se um ser humano que possa fazer a diferença nesse mundo,  sugiro a explicar a seu filho verdadeiro significado natalino, não enterrando a fantasia da criança , mais mostrando para ela o sentido do natal.

Somos todos chamados a viver o espirito natalino. Para além dos dons materiais, aproveitarmos o período do Natal para regressar ao essencial, aos sentimentos que nos ligam, ao que nós podemos ser ou fazer por alguém.